Blog F1 Cia Imobiliária

Corretor de imóveis: o que faz e qual a importância desse profissional

Corretor de imóveis: o que faz e qual a importância desse profissional

O corretor de imóveis é o profissional responsável por realizar a intermediação em um processo de venda ou locação imobiliária.

Algumas pessoas entendem que o cargo realiza a única função de apresentar o imóvel a um interessado, as suas vantagens e então encaminha para o vendedor.

No entanto, o corretor de imóveis não trabalha unicamente com essas atividades. Para trabalhar na área de corretagem imobiliária, é preciso entender, sobretudo, sobre gestão de relacionamentos.

Neste artigo, separamos um guia completo sobre esse profissional do mercado imobiliário. Boa leitura!

O que faz um corretor de imóveis?

O corretor de imóveis é responsável por apresentar um imóvel ao cliente, e acompanhá-lo durante todo o processo de compra/venda ou locação do espaço.

Assim, ele tem um papel fundamental para o mercado imobiliário, logo que, se ele não possui ferramentas suficientes, um negócio pode não ser concluído.

Nesse sentido, entende-se que, além de acompanhar o cliente em sua negociação, ele exerce a gestão de relacionamento e de negócios.

Por isso, é um profissional regulamentado, onde são requisitadas qualificações cabíveis, bem como a aprovação por um órgão federal.

É importante ressaltar que o corretor de imóveis também exerce um papel importante em relação às burocracias judiciais de uma transação imobiliária.

Esse profissional precisa entender como lidar com os documentos legais, o cartório e muitas outras instituições.

A profissão de corretor apresenta inúmeras possibilidades. Nesse sentido, um corretor pode captar imóveis, avaliá-los, realizar a negociação, opinar, cuidar de ações imobiliárias, e até mesmo administrar condomínios.

Outro ponto importante é que, de acordo com a Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), o corretor de imóveis também realiza pesquisas de mercado, pensa em estratégias de comércio e até mesmo assessora clientes depois do negócio feito.

 

Quais são as áreas de atuação do corretor de imóveis?

Corretor de imóveis: o que faz e qual a importância desse profissional

Como já introduzido, existem diversos segmentos para os profissionais da corretagem de imóveis. Os principais deles são:

Corretagem de imóveis

A principal atividade é a corretagem de imóveis, que consiste no acompanhamento de venda, compra e locação de imóveis comerciais e/ou residenciais.

Nesse caso, o corretor de imóveis realiza todo um trabalho de gestão para que o negócio seja fechado. O salário dele depende da comissão de corretagem.

Prospecção

O trabalho de prospecção pode ser um serviço prestado a uma imobiliária. Essa atividade consiste em procurar imóveis com bom potencial para negociações.

O corretor pode indicar alguns empreendimentos interessantes, e, caso aprovado pela imobiliária, o seu próximo e principal trabalho deve ser conseguir vender ou alugar o imóvel.

 

Qual o salário de um corretor de imóveis?

O salário de um corretor de imóveis varia de acordo com as suas negociações bem sucedidas. Isso porque os corretores recebem uma comissão no valor da venda do imóvel.

O profissional pode ser autônomo ou trabalhar para imobiliárias. Mesmo nesse caso, a maioria delas não paga um salário fixo.

Por isso, principalmente para quem está começando a carreira, os ganhos podem ser mais baixos.

Devido a essa condição, muitos corretores de imóveis se programam a fim de manter uma reserva de dinheiro em alguma conta. Afinal, não é todo mês que a remuneração vai bem.

Em resumo, os corretores de imóveis costumam ser associados à imobiliárias e não recebem um salário fixo. A sua remuneração depende de seu sucesso em vendas.

Para melhorar as chances de alcançar bons ganhos, é importante se associar a imobiliárias com boa carteira de produtos, boas parcerias com construtoras e processos bem organizados.

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI) estabelece uma tabela de honorários, ou seja, a porcentagem da comissão baseada no valor do negócio, em cada lugar do Brasil.

Em um exemplo, separamos os honorários definidos pela CRECI da cidade de São Paulo.

 

Para vendas:

  • imóveis urbanos: 6% a 8%;
  • imóveis rurais: 8% a 10%;
  • imóveis industriais: 6% a 8%;
  • venda judicial: 5%.

 

Para locação:

  • de qualquer espécie: valor equivalente a 1 aluguel;
  • locação de temporada, com o prazo de até 90 dias: 30% sobre o valor.

 

Leia os honorários de São Paulo completos.

Vale ressaltar que eles dependem de acordo com a região, e nem sempre serão praticados. Mesmo assim, você terá uma base para poder defender a sua cobrança. Pesquise pelo site do CRECI de onde você atua.

O que é preciso para ser um corretor de imóveis?

Para ser um corretor de imóveis, primeiramente deve recorrer ao sindicato de corretores de imóveis da sua região, a fim de realizar o curso de Técnico em Transações Imobiliárias (TTI).

Ele pode ser disponibilizado pelo sindicato, mas também por escolas credenciadas.

O curso pode ser administrado de diversas maneiras, de forma online ou presencial. Assim, independente de sua realidade, não terá muito problema.

Durante a sua formação, será preciso realizar um estágio obrigatório. Contudo, para realizar essa atividade de forma legal, o corretor em formação deve solicitar uma permissão ao CRECI da sua região.

Ao finalizar o curso, obtém-se um diploma. No entanto, ele não é suficiente para o exercício da profissão.

Será preciso buscar validação do CRECI, um órgão federal, que te reconhece legalmente como apto, por meio da emissão de uma carteira de corretor de imóveis.

Como obter o registro no CRECI?

Corretor de imóveis: o que faz e qual a importância desse profissional

O registro no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI) é obtido apenas depois da formação no curso de Técnico em Transações Imobiliárias (TTI).

Na internet você encontra diversas opções, inclusive sob o nome de “curso CRECI”. Durante a realização do curso, será preciso fazer um estágio obrigatório.

O curso é em nível técnico, exigindo assim apenas o ensino médio completo.

Ao finalizar o estágio, é entregue o diploma, que será importante para a efetivação do registro no CRECI.

Para solicitar o registro no CRECI, será necessário apresentar os seguintes documentos:

  • Certidão de Nascimento ou de Casamento;
  • Carteira de alistamento militar (para homens);
  • Comprovante de endereço;
  • Cópia de Comprovante de Conclusão do Ensino Médio;
  • CPF;
  • Cópia do Registro Nacional de Estrangeiro (para estrangeiros);
  • Foto 3X4;
  • RG.

Esses documentos podem ser diferentes de acordo com a região do CRECI. Por isso, consulte com o seu sindicato ou diretamente com o Conselho.

A F1 Cia. Imobiliária conta com os melhores corretores em seu corpo de funcionários. Caso você more em Florianópolis e busque por uma imobiliária de alta qualidade, entre em contato com a F1.

Se você busca por um bom corretor para a negociação de um imóvel, conte com os profissionais da F1, disponíveis 24h!

Conclusão

Agora você sabe o que faz um corretor de imóveis? Nos diga nos comentários.

Caso tenha gostado deste artigo, também recomendamos a seguinte leitura: “Como funciona o financiamento imobiliário da Caixa?”.

Se você se interessa por informações relevantes sobre transações imobiliárias, acompanhe o nosso blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Whatsapp
💬 Olá, precisa de ajuda?
Olá 👋
Podemos te ajudar? 😍