Blog F1 Cia Imobiliária

Como vender uma casa

Como Vender uma Casa? 7 Dicas para vender seu imóvel

Com tantas mudanças e valorização de imóveis, é comum que muitos se perguntem como vender uma casa, especialmente se pretendem fazer isso para investir o dinheiro em outro ativo, como um imóvel ou títulos financeiros. 

Apesar de parecer simples, vender uma casa não é um processo fácil. Afinal, envolve muitas etapas burocráticas, como:

  • precificação;
  • documentação em dias;
  • tirar boas fotos, que sejam atraentes, para anunciar;
  • comparar o seu imóvel e precificação com outros semelhantes, disponíveis no mercado;
  • realização de anúncios;
  • reformas, se necessário;
  • e investimento em parceria com uma boa imobiliária. 

Cada um desses passos exige atenção e orientação especializada, a fim de que a negociação e a venda sejam um sucesso! 

Para te ajudar a entender melhor como vender uma casa, a equipe F1 Cia. Imobiliária desenvolveu este conteúdo completo, com tudo o que você precisa saber sobre o tema. Basta continuar a leitura. Acompanhe!

7 Dicas de como vender uma casa e fazer um bom negócio

Dicas para vender sua casa

Como você já pôde perceber, vender uma casa é um processo que leva tempo, e que precisa de um roteiro ou passo a passo a ser seguido. 

Pensando em todos os pontos envolvidos no processo de como vender uma casa, selecionamos 7 passos cruciais para que você consiga tornar o seu caminho mais simples e eficaz rumo à venda do seu imóvel. Confira!

1. Anuncie por um valor justo

Antes de qualquer coisa, você precisa decidir qual o valor mais justo pelo seu imóvel. Quanto você acha que vale? Qual o apego emocional e valor sentimental da casa para você e sua família?

Para descobrir o valor mais justo possível, você pode se reunir com seus familiares, que também conhecem a casa em detalhes, e fazer uma boa pesquisa de mercado. 

Pense nas seguintes questões:

  • Quantos cômodos a sua casa tem?
  • São quantos banheiros e quartos?
  • Existe algum diferencial notável, como móveis embutidos, sacadas ou piscinas?
  • Qual o valor sentimental da casa?
  • Qual a sua localização? É um ponto nobre? É um bairro interessante?
  • Sobre o estado da estrutura da casa: será necessário reformar? As pinturas estão bonitas? Existe algum problema hidráulico ou elétrico?
  • Se for preciso, quanto, mais ou menos, será necessário investir para melhorar a casa e deixá-la apresentável?
  • Qual o valor de mercado do imóvel, com base em prédios parecidos?

Essas perguntas te ajudarão a ter um norte sobre como precificar a sua casa, sem que você caia no erro de cobrar muito barato ou muito caro. 

Lembre-se sempre, também, de considerar o valor de mercado para aquele segmento ou se basear em imóveis semelhantes na mesma região e localização. 

2. Garanta que a documentação esteja em dia

Não adianta querer vender a sua casa se ela estiver toda penhorada, sem escritura ou com parcelas atrasadas há anos, por exemplo — ninguém, em sã consciência, compraria. 

Por isso, se certifique de ter todos os documentos corretos, acertados e validados em mãos antes de dar prosseguimento às etapas de venda. 

Verifique se toda a documentação de registro e escrituração, planta do imóvel e certidões importantes. Alguns documentos que você precisa ter em mãos, regularizados, são:

  • escritura da casa com cópia autenticada;
  • registro de ações e alienações da casa, a fim de comprovar que a casa nunca foi negociada ilegalmente;
  • certidão negativa vintenária de ônus, responsável por detalhar a situação do imóvel conforme os últimos 20 anos;
  • planta da casa assinada pelo engenheiro da prefeitura;
  • parcelas do IPTU com cópias autenticadas;
  • e os documentos pessoais de quem está vendendo a casa, como CPF, RG, certidões de nascimento ou casamento e algumas outras.

3. Faça boas fotos dos cômodos

Se você for vender a casa com o auxílio de alguma plataforma online de corretores e imobiliárias, é necessário tirar boas fotos da fachada da casa e do interior dos cômodos.

Use aqui um bom equipamento, que pode ser seu celular mesmo, desde que a qualidade da foto seja boa. Aproveite a iluminação natural ou, se necessário, use a iluminação artificial. 

Também evite utilizar fotos em que aparecem pessoas e objetos nos cômodos. Quanto mais limpo e organizado o ambiente parecer, melhor. 

Capriche nas fotos, porque elas serão o cartão de visita para os interessados entrarem em contato com você e iniciarem uma negociação. 

4. Fique de olho em outros anúncios

Como agora você já tem o preço definido e excelentes fotos tiradas, precisa procurar outros anúncios com imóveis semelhantes aos seus na internet. 

Analise quanto estão cobrando, quais são as especificações do imóvel como número de cômodos e os diferenciais do local. 

Assim, você já saberá como prosseguir quando for montar o seu, e entenderá também quais são os principais descritivos necessários para informar no seu anúncio.

5. Prepare o imóvel e mantenha-o em boas condições

Limpe e organize todo o imóvel! Retire dele todos os móveis e objetos de decoração, caso seu objetivo seja vender apenas o imóvel. 

Caso você deseje vender a casa já mobiliada, faça questão de deixar isso bem claro nos seus anúncios e tirar fotos que retratem os móveis e decoração. 

Mesmo assim, em todos os casos é necessário limpar todo o imóvel e deixá-lo apresentável, além de selecionar pontos para reformar e reparar, se necessário. 

Não permita que pequenos deslizes como vidros trincados, pisos arranhados, hidráulicos pingando ou mini curtos elétricos desvalorizem o seu imóvel! 

Conserte-os para que isso não seja um empecilho para o comprador. 

6. Invista em divulgação

Com tudo pronto, é o momento de investir em divulgação, principalmente no universo online, que pode atrair interessados do Brasil (e até mundo!) todo. 

Para isso, selecione as boas fotos que você tirou e invista em uma boa descrição da sua casa: seja persuasivo e exalte todos os benefícios que seu imóvel apresenta. 

Faça questão de informar:

  • dimensões (tamanho do terreno);
  • número de cômodos e quais são eles;
  • detalhes sobre os diferenciais da casa, como piscina, espaço gourmet, área externa ou escritório montado, por exemplo;
  • fale sobre a região, localização e bairro em que ela está inserida, sempre ressaltando os benefícios, claro;
  • e, se quiser, conte um pouco sobre qual foi a sua experiência ou a experiência da sua família morando ali. 

7. Conte com uma imobiliária de qualidade

Por fim, para que tudo isso seja realizado de modo impecável e realmente satisfatório, é preciso contar com a ajuda de uma imobiliária de qualidade. 

A melhor opção de todo o mercado imobiliário é a F1 Cia. Imobiliária! 

Atuamos há mais de 8 anos no mercado imobiliário de Florianópolis, Santa Catarina e somos especializados na venda de imóveis de alto padrão, prontos para morar. 

Nossa missão é ajudar você, anunciante, a vender o seu imóvel sem complicações, evitando quaisquer dores de cabeça ou prejuízos que possam surgir de fazer tudo sozinho. 

Para isso, contamos com uma plataforma de anúncios completa, perfeita para te ajudar a encontrar o comprador ideal para a sua casa. 

Anuncie seu imóvel na F1 Cia. Imobiliária e evite dores de cabeça!

Conclusão

Venda de casas na F1 Cia. Imobiliária

Percebeu como vender uma casa é algo extenso e abrangente? 

Para ter sucesso e não pular nenhuma dessas etapas, é necessário investir em conhecimento e contar com a ajuda de uma imobiliária, que tem experiência no assunto e profissionais extremamente competentes, prontos para te ajudar. 

Você pode contar com a ajuda da F1 Cia. Imobiliária para vender a sua casa

Se você gosta desse tipo de conteúdo e deseja aprender mais sobre como fazer uma boa administração de imóveis, basta acompanhar o Blog F1 Cia. Imobiliária e aproveitar as dicas gratuitas disponibilizadas ali. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Whatsapp
💬 Olá, precisa de ajuda?
Olá 👋
Podemos te ajudar? 😍